MITO
O uso de drogas não altera o teu cérebro.
FACTO
As drogas alteram o cérebro, o que pode levar ao abuso, à dependência, e outros problemas bastante sérios a nível físico e neurológico.
MITO
O consumo de drogas faz parte do crescimento normal de um jovem e experimentar é inofensivo.
FACTO
A maioria dos jovens rejeita o uso de drogas, de acordo com dados estatísticos 92% diz nunca ter usado qualquer tipo de substância ilícita.
MITO
Não pode fazer mal experimentar só uma vez.
FACTO
Até mesmo com uma única experiencia as coisas podem correr mal, podes ficar violento ou ser vítima de violência, podes ficar seriamente doente ou até mesmo morrer.
MITO
O consumo de drogas é voluntário... eu consigo parar quando quiser.
FACTO
É verdade que ao inicio o consumo de drogas é voluntário, mas com o passar do tempo altera a química do nosso cérebro e do nosso corpo – resultando numa necessidade compulsiva e incontrolável de continuar a usar. A dependência é um efeito secundário, bastante sério, do abuso de drogas.
MITO
O Haxixe dá sempre sensação de bem-estar.
FACTO
Não é sempre assim. Com alguma frequência o consumidor amplia angústias e estados de espírito e a experiência pode não ser muito agradável, podendo ocorrer ansiedade, ataques de pânico e paranoia.
MITO
O álcool não é uma droga.
FACTO
O álcool, apesar de ser legal, é uma droga, uma vez que tem efeitos no Sistema Nervoso Central, provocando alterações da perceção, da motricidade, dos reflexos, da capacidade de avaliação das situações e pode provocar dependência física e psíquica. Em Portugal calcula-se que existam mais de meio milhão de alcoólicos crónicos.
MITO
As saídas em grupo só são divertidas se toda a gente se embebedar.
FACTO
A capacidade de as pessoas se divertirem tem a ver com o convívio que se estabelece entre elas, os laços que se criam, o contexto em que os encontros acontecem e não com o consumo de substâncias psicoativas.
MITO
O álcool é estimulante.
FACTO
O álcool é um depressor do sistema nervoso central. Embora os efeitos iniciais do álcool possam ser euforia, e como tal parecer estimulante, o efeito cumulativo do álcool realmente deprime o cérebro.
MITO
O álcool é uma ótima maneira de relaxar e reduzir o stress
FACTO
O álcool aumenta o nível de stress que é colocado sobre o corpo. Ao beber aumentamos os níveis de adrenalina. Quando bebemos álcool podemos sentir-nos mais relaxados, mas o corpo, na verdade, está sob stress adicional.
MITO
Se o parceiro tem uma doença sexualmente transmissível consegue-se “topar”.
FACTO
Muitas vezes não há nenhum sinal de que uma pessoa tem uma doença sexualmente transmissível (SIDA, hepatite C...). Mesmo os médicos muitas vezes não podem dizer, apenas observando, se as pessoas têm doenças sexualmente transmissíveis. Precisam fazer testes, como exames de sangue.

Faz download da BD